Mário David

Nas redes sociais
  • 2014
  • 2013
  • 2012
  • 2011
  • 2010
  • 2009
  • Arquivo
voltar

Biografia

MÁRIO Henrique de Almeida Santos DAVID

Mario David nasceu a 20 de Agosto de 1953 no distrito da Lunda, em Angola, onde fez os seus primeiros estudos. Em Luanda terminou o Liceu e ingressou na Faculdade de Medicina. Em 1974, mudou-se para a Faculdade de Medicina de Lisboa, onde viria a terminar a sua Licenciatura a 27 de Agosto de 1977, tendo de seguida exercido medicina em diversos Hospitais e Centros de Saúde.

Casado com Maria Filomena Vargas Lopes há mais de 31 anos, têm um filho, Pedro.

É actualmente actualmente Vice Presidente da Internacional Democrata do Centro, tendo sido durante 3 mandatos Vice Presidente do PPE onde presidia ao Grupo de trabalho dos Assuntos Externos

Aderiu ao Partido Social Democrata em 1979, sendo muito jovem convidado pelo General Soares Carneiro, antigo Secretário-Geral do Governo de Angola e amigo pessoal da família, para seu Assistente Pessoal na Campanha Presidencial de 1980.

Começa então uma vida ligada à política, colaborando entre 1980 e 1989 em diversos Governos, com o Primeiro-Ministro Francisco Pinto Balsemão e os Ministros Paulo Mendo, Fernando Nogueira, Faria de Oliveira e António Capucho.

Em 1987 fez o Curso do Instituto de Defesa Nacional, sendo posteriormente eleito Presidente da Associação de Auditores de Defesa Nacional.

A paixão pelos temas europeus leva Mário David para Bruxelas em 1989, para o Parlamento Europeu, tendo sido eleito Secretário-Geral do Partido, Secretário-Geral do Grupo Parlamentar e membro da Presidência dos Liberais, Democratas e Reformistas Europeus (ELDR). Sob a liderança de Marcelo Rebelo de Sousa, o PSD adere ao Partido Popular Europeu (PPE) em Novembro de 1996, tendo Mário David sido eleito Secretário-Geral do Grupo Parlamentar do PPE de Abril de 1997 até Julho de 1999. 

Com a abertura da Europa a leste, Mário David assume a função de Conselheiro Especial para o Alargamento da União Europeia, responsável pela equipa de acompanhamento para os doze países candidatos, bem como das relações com a Rússia e Países Balcânicos.Com a abertura da Europa a leste, Mário David assume a função de Conselheiro Especial para o Alargamento da União Europeia, responsável pela equipa de acompanhamento para os doze países candidatos, bem como das relações com a Rússia e Países Balcânicos.

Com a vitória do Partido Social Democrata nas eleições legislativas de 2002, o Primeiro-Ministro Durão Barroso convida-o para seu Assessor Político, com especial enfoque nas questões de política Europeia. De Maio a Julho de 2004 Mário David assume um papel crucial na nomeação de Durão Barroso como Presidente da Comissão Europeia, trabalho reconhecido publicamente em artigos na revista Newsweek e no jornal Financial Times.

Enquanto coordena o Gabinete de Transição para a nova Comissão Barroso, é convidado pelo Primeiro-Ministro Santana Lopes para assumir o cargo de Secretário de Estado dos Assuntos Europeus no XVI Governo Constitucional, tendo tomado posse a 23 de Julho de 2004.

Durante o seu mandato foi o fundador do Movimento dos Países Amigos da Coesão, criando as bases para a bem sucedida negociação das Perspectivas Financeiras 2007-2013 de que resultou a atribuição de um envelope financeiro de cerca de 21 mil milhões de Euros a Portugal.

Em Março de 2005 foi eleito Deputado à X Legislatura da Assembleia da República pelo Distrito de Leiria. Exerceu as funções de membro titular da Comissão de Assuntos Europeus (onde foi o coordenador do PSD), membro titular da Comissão de Defesa Nacional e membro suplente da Comissão de Negócios Estrangeiros. Criou e presidiu a dois Grupos Parlamentares de Amizade, com a Federação Russa e a Ucrânia, e foi Vice-Presidente do Grupo Parlamentar de Amizade com a República Popular da China.

Ainda no PSD foi Secretário-Geral Adjunto e Membro do Conselho Nacional durante a Presidência de Rebelo de Sousa, e Presidente da Comissão de Relações Internacionais durante as Presidências de Durão Barroso, Marques Mendes e Santana Lopes.

Mário David foi Deputado à VII Legislatura do Parlamento Europeu (2009-2014), onde foi membro da Comissão dos Assuntos Externos, da Comissão do Comércio Internacional e da Subcomissão da Segurança e Defesa. Foi também presidente da Delegação para as relações com os países do Maxereque (Egipto, Jordânia, Líbano e Síria), membro da Delegação da Assembleia Parlamentar da União para o Mediterrâneo, da Delegação à Assembleia Parlamentar Paritária ACP-UE e da Delegação com as relações com a Assembleia Parlamentar da NATO.

Foi ainda Presidente dos Grupos Parlamentares de Amizade U.E.-Jordânia, U.E.-Emirados Árabes Unidos e U.E.-Macau e Vice-presidente dos Grupos Parlamentares de amizade U.E.-Marrocos e U.E.-Qatar e membro dos 'Amigos Europeus de Israel'.

Enquanto Deputado ao Parlamento Europeu, Mário David foi responsável, como relator, por dois dossiês importantes: A Política Europeia de Vizinhança (2010/2011) e o Acordo Comercial entre a União Europeia e a Colômbia e o Peru (2011/2012). Foi ainda Relator do parecer sobre as relações entre a União Europeia e o Conselho de Cooperação do Golfo (2010/2011) e na Assembleia Parlamentar da União para o Mediterrâneo foi o co-relator do relatório sobre o Processo de Paz no Médio Oriente e a Iniciativa de Paz Árabe (2011/2013).

Como relator-sombra, esteve também envolvido na discussão sobre diversos dossiês importantes e em posições tomadas pelo Parlamento Europeu.

Relativamente ao Acordo Comercial entre a U.E. e a Colômbia e o Peru, que abraçou com empenho e pra actividade, e em cooperação estreita com os dois governos, conseguiu construir pontes essenciais, não só no Parlamento, mas também com outras instituições Europeias e partes interessadas, o que levou a um enorme apoio do seu relatório de todas as forças democráticas no Parlamento Europeu.

Mário David tem condecorações atribuídas por quatro Estados: Grã Cruz da Ordem de São Carlos da Colombia atribuída pelo Presidente da República, Juan Manuel Santos; Comendador da Ordem de Serviços Fiéis da República da Roménia em cerimónia presidida pelo Presidente da República Traian Basescu; Primeiro-oficial da Ordem do Cavaleiro de Madara da República da Bulgária, em cerimónia presidida por Sua Alteza o Rei Simeão; e membro da Ordem de Mérito da República da Ucrânia em cerimónia presidida pelo Ministro dos Negócios Estrangeiros Borys Tarasyuk.

Mas não só a política ocupa as suas atenções. Também no Desporto foi Vice-Presidente da Federação Portuguesa de Ténis e  Membro do Conselho Leonino do Sporting Clube de Portugal.

voltar

Fale comigo

Diga-me o que pensa. Deixe aqui a sua mensagem.

As suas questões, sugestões ou comentários são muito importantes para mim.
Para as formular, preencha, por favor, os campos que se seguem, e terei todo o gosto em entrar em contacto consigo.

Atenção: Não foi possível enviar a sua mensagem. Por favor, tente de novo. Obrigado.

Campo obrigatório
Email com formato inválido
Campo obrigatório
Campo obrigatório
Para prevenir mensagens de SPAM solicitamos que nos responda a esta simples questão: Quanto é nove menos oito? * Valor errado
* preenchimento obrigatório

Fale comigo

A sua mensagem foi enviada com sucesso.

Obrigado pelo seu interesse. Logo que possível, terei todo o gosto em entrar em contacto consigo.
Até à próxima.